MPC pede informações ao Detran sobre a licitação no valor de R$ 134,1 milhões para o serviço de vistoria veicular no AM

0

A concessão destinada a prestação de serviços públicos de vistoria e identificação veicular no Estado por um período de 15 anos

Manaus – O Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM) requisitou que o Departamento Estadual de Trânsito no Amazonas (Detran) encaminhe documentos e informações a respeito da concorrência pública 35/2016, no valor de R$ 134,1 milhões, que trata da concessão destinada a prestação de serviços públicos de vistoria e identificação veicular no Estado por um período de 15 anos.

O edital da concorrência foi aprovado pela Comissão Geral de Licitação (CGL) em julho deste ano e o documento foi disponibilizado no início deste mês.

O pedido foi assinado pela procuradora de contas Elizângela Lima Costa Marinho, que deu cinco dias, a contar do recebimento da requisição no Detran, para o Departamento prestar as informações ao MPC-AM.

O Detran deve encaminhar ao Ministério Público de Contas o ato justificando a conveniência da outorga de concessão, com a caracterização do objeto, área e prazo de vigência, a justificativa pela opção da exclusividade na concessão, além da ata da audiência pública que precedeu a licitação.

“Eles devem informar, ainda, a forma como o serviço vem sendo prestado atualmente, com a indicação do (s) contrato (s) e prestador (es) do serviço e termo (s) de vigência, no caso de não estar sendo prestado diretamente pelo órgão”, disse a procuradora Elizângela Lima Costa Marinho.

De acordo com ela, a requisição de informações é uma medida preliminar. Mas, caso o pedido não seja atendido ou as respostas sejam insatisfatórias, o MPC ingressará com uma representação junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) contra o Departamento.

Assessoria de comunicação do MPC-AM

Foto: Andrey Popov / Apops – Fotolia

Compartilhar

About Author